ONDE TRABALHAMOS

ARGENTINA

Ação em colaboração com a Secretaria de Cooperação Internacional, o Ministério da Produção, Ciência e Tecnologia (MPCT) e o Ministério do Ambiente e das Alterações Climáticas (MACC) da província de Santa Fé (Argentina) para reforçar as políticas públicas de sustentabilidade na cadeia de valor do gado. Mais informações

Ação em colaboração com o Ministério da Economia da Argentina, através da Secretaria da Indústria e do Desenvolvimento Produtivo e do Plano Nacional de Qualidade, para apoiar os laboratórios nacionais na identificação das suas necessidades em matéria de normas para a exportação de couro bovino, madeira, soja e derivados para a União Europeia. Mais informações

Ação em colaboração com a Direção Nacional de Bioeconomia da Argentina para reforçar a produção de fertilizantes naturais e nutrientes para utilização agrícola no país. Mais informações

BRASIL

Esta ação consistiu na organização de uma série de diálogos, em colaboração com o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazónia (IPAM). Foram analisados diferentes aspectos das cadeias de valor da carne e do couro no Brasil para identificar boas práticas e promover políticas ambientais que ajudem a combater a desflorestação. Mais informações.

Esta ação é desenvolvida em colaboração com o Ministério Público Federal (MPF) do Brasil nos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Tocantins. O seu objetivo é apoiar o desenvolvimento do sistema de gestão unificado do Programa Carne Legal e reforçar os procedimentos de acompanhamento, informação e verificação nos estados acima referidos. Mais informações.

COLÔMBIA

Através desta ação, é prestado apoio ao Ministério do Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia (MinCIT) e ao ProColombia - o organismo responsável pela promoção das exportações - para identificar os desafios, oportunidades e necessidades dos sectores agro-industriais colombianos face aos novos requisitos de sustentabilidade para as exportações para a União Europeia. Mais informações

EQUADOR

Esta ação apoia o reforço das capacidades do Equador para promover e consolidar o cooperativismo produtivo no sector agrícola como base para a gestão e o funcionamento de um sistema nacional de rastreabilidade. Mais informações.

PARAGUAI

Ação em colaboração com a Rede de Investimento e Exportação (REDIEX) do Ministério da Indústria e Comércio (MIC) do Paraguai, para a definição de estratégias sustentáveis no sector do couro paraguaio. Mais informações

Esta ação apoia a transição para a sustentabilidade da cadeia florestal no Paraguai, com o objetivo de aumentar o volume exportado para os países comerciais habituais e de se expandir para novos mercados. Mais informações

URUGUAI

Ação em colaboração com a Direção-Geral de Florestas (DGF) do Ministério da Pecuária, Agricultura e Pescas (MGAP) do Uruguai. O seu objetivo é apoiar as autoridades públicas na certificação de produtos agro-exportáveis produzidos sob gestão sustentável de florestas nativas. Mais informações.

Esta ação é desenvolvida em colaboração com o Ministério da Pecuária, Agricultura e Pescas do Uruguai. O seu objetivo é apoiar as autoridades públicas na implementação de actividades que contribuam para os objectivos do Plano Nacional de Género nas Políticas Agrícolas (PNG Agro). Mais informações.

REGIONAL

No âmbito desta ação, o AL-INVEST Verde/Componente 2 participou na 44ª Feira Internacional de Gelados Artesanais, Pastelaria, Panificação e Café, SIGEP, e organizou três mesas redondas e um evento de encerramento na Colômbia, no âmbito da ciclo "Diálogo e troca de experiências sobre sustentabilidade na cadeia de valor do café".. Mais informações

Esta série consiste em três workshops virtuais temáticos para abordar os pormenores dos diferentes requisitos do Regulamento da UE relativo às cadeias de abastecimento da UE sem desflorestação nem degradação florestal (EUDR): não desflorestação, rastreabilidade e legalidadeMais informações.

Através desta ação, é realizada uma análise dos sistemas de controlo ou garantia da segurança alimentar nos Serviços Oficiais de Sanidade Agropecuária e nos laboratórios de referência dos países membros da Comunidade Andina: Bolívia, Colômbia, Equador e Peru. Mais informações